domingo, 25 de outubro de 2009

Filme Clássico - DOUTOR ZHIVAGO

Doutor Jivago - 1965
Outro filme clássico lindissímo. Eu simplesmente amei!
*
Tudo bem, os clássicos não tem final feliz, pelo menos os três romances que eu vi nesse fim de semana (Casablanca, Dr. Jivago e O Vento Levou), mas o filme Dr. Jivago é tão fofinho, e o final não é realmente infeliz.
Sabe aquele filme que nos deixa com uma sensação boa quando acaba? O amor deles é tão fofinho... E eles bem que tentam resistir, mas quando se reencontram eu achei tão lindo o modo como eles se atiram um no colo do outro...
De alguma forma, a guerra possibilita amores que de outro modo não aconteceriam. Faz o errado parecer certo.
*
Cena de quando eles se tornam amigos: trabalham juntos por 6 meses, mas não ficam juntos, por que são casados.


Essa cena dispensa comentários: tão fofinhos...

Ah! Eles são mesmo fofos demais!
Mais uma:


Música Tema de Lara: quando eu contei que tirei na locadora Dr. Jivago (ou Zhivago) duas pessoas me falaram que a música é linda. Taí a música, linda mesmo:


video

Sinopse:

A Revolução Russa de 1917 serve de cenário para a história de amor entre Yuri Jivago, um jovem médico aristocrata e Larissa (Lara), uma enfermeira plebéia.
Lara é filha de uma costureira russa que, viúva, apenas consegue sustentar a casa em que ambas moram graças ao dinheiro que lhe é dado periodicamente por Victor Komarovsky, um importante e inescrupuloso expoente da sociedade local.
Apesar de Victor e a viúva manterem um relacionamento "secreto", o homem se encanta pela beleza da doce Lara, que contava com apenas 17 anos quando ambos se beijaram pela primeira vez na volta de uma festa.
Apesar da relação vexatória mantida entre Lara e Victor, Pascha Strelnikoff, jovem romântico e revolucionário, apaixona-se pela menina e começa a namorá-la.
Enquanto a relação de Lara e Victor mostra-se destrutiva (a mãe de Lara, ao descobrir o relacionamento, tenta se matar), o namoro de Pascha e a moça se mostra uma saída sensata para ela dessa confusão, pois o moço a pede em casamento e ela aceita.
Ao saber do pedido, Victor discute com Lara e a violenta, chamando-a em seguida de "vagabunda". Lara descontrola-se e invade uma festa de Natal na alta sociedade russa para tentar matar, sem sucesso, o ex-amante.
Jivago, que já havia visto Lara ao salvar sua mãe do suicídio, estava presente na festa com sua noiva, Tonya, e fica surpreso com a atitude e coragem da jovem. Apesar da impressão deixada, eles só se encontram anos mais tarde, ao serem voluntários (médico e enfermeira, respectivamente) na 1ª Guerra.
A esta altura, Jivago está casado e tem um filho com Tonya, enquanto Lara procura seu marido Pascha, que sumiu durante uma missão na Guerra. Por passarem seis meses juntos em uma situação tão adversa, a aproximação dos dois é inevitável.
Com o fim da Guerra, Jivago e Lara voltam para suas famílias e perdem o contato. Ao voltar para casa, Jivago se depara com a decadência da alta sociedade russa e decide fugir para o interior com sua esposa, filho e sogro.

Elenco Principal:

Omar Sharif .... Yuri Jivago
Julie Christie .... Lara
Geraldine Chaplin .... Tonya
Rod Steiger .... Victor Komarovsky
Alec Guinness .... general Yevgraf Jivago
Tom Courtenay .... Pasha Strelnikov

O filme tem 3 horas e 22 minutos de duração, mas é um tempo que a gente nem percebe passar.

Nota 10!!! Filme altamente recomendável!

Um comentário:

  1. Cara, eu já tinha amado o filme, mas o livro consegue ser melhor ainda.
    Tem uma versão nova com a Keira Knightley no papel da Lara e o Hsns Matheson no papel do Yuri que também é bastante bacaninha.
    A música tema da Lara é uma das minhas preferidas. Choro até hoje quando escuto.
    Aliás, já ouviu a versão com letra?

    ResponderExcluir